Persépolis

Animação em 2D usa criatividade e traços infantis para contar história universal de perda das raízes culturais

Anúncios

Última Parada 174

É irônico que um longa-metragem sujo, nervoso, desbocado e bem feito ajude a alimentar os preconceitos que parte da crítica brasileira tem contra Bruno Barreto