Era uma Vez no Spaghetti Western

Minha tese de doutorado sobre os filmes de Sergio Leone já pode ser encontrada para download na biblioteca virtual da UFPE.

O arquivo (em PDF) pode ser baixado aqui.

A tese consumiu dois anos de pesquisas, entre 2009 e 2011. Gastei centenas de horas assistindo a velhos faroestes (americanos e italianos), lendo muitos livros, comparando anotações e trabalhando na redação propriamente dita.

O grosso do texto foi escrito em janeiro de 2010, entre sessões de até doze horas de redação ininterrupta, e julho do mesmo ano, quando cortei o original de 600 páginas para cerca de 200 páginas e, num segundo momento, acrescentei novos trechos e muitas estatísticas. Mais de 1.000 imagens coloridas ilustram o texto (que, espero, é compreensível a todo mundo que se aventurar por ele, já que tentei evitar a todo custo o jargão acadêmico).

O relatório final da pesquisa se chama “Era uma Vez no Spaghetti Western: Estilo e Narrativa na Obra de Sergio Leone”.

Resumidamente, o texto tenta realizar uma análise estilística e narrativa minuciosa da obra de Leone, a fim de desvelar a real contribuição dos filmes dele ao repertório de esquemas circulantes no cinema contemporâneo. Partimos do princípio de que Leone ajudou a desenvolver recursos importantes para o processo de intensificação da poética cinematográfica clássica, que muitos pesquisadores afirmam ter ocorrido a partir dos anos 1960, tendo feito isso a partir de revisões sistemáticas dos esquemas dominantes de construção narrativa disponíveis na época.

Para alcançar o objetivo, tentei identificar a recorrência de padrões estilísticos e narrativos nos filmes assinados por Leone, sempre procurando elencar e analisar os contextos sócio-culturais, tecnológicos, econômicos e ideológicos que o levaram a adotar e desenvolver esses padrões, além de mostrar como cada recurso abriu caminho dentro do repertório de técnicas utilizadas por cineastas contemporâneos. Ao final, procurei ainda investigar a conexão entre o relativo apagamento dessa contribuição estilística de Leone ao fato de ele ter trabalhado, durante toda a carreira, com o cinema de gênero, cuja filmografia tem recebido pouca atenção de historiadores do estilo cinematográfico.

Boa leitura.

Anúncios

32 comentários em “Era uma Vez no Spaghetti Western

  1. Prezado Rodrigo Carreiro,

    MEUS PARABÉNS. É sempre uma satisfação ler seus textos…

    E agora uma TESE DE DOUTORADO!

    Já salvei em meu PC. Vou ler atentamente. Muita curiosidade e tenho certeza

    que será uma leitura tão prazerosa como saborear uma espaghetti e um bom vinho italiano.

    Salute!

    Com respeito,

    Uma leitora do teu site. Vanessa Castro

    Curtir

  2. Parabens Rodrigo! Grande contribuição para a reserva de conhecimento que existe sobre a setima arte. Até agora li uma parte da introdução, imaginava que sua paixão pelo cinema vinha da infancia, mas não nessas circunstancias, aqueles velhos filmes que eram exibidos pela record divertiam muita gente. Já ouvie meu pai aludir a isso algumas vezes. Parabens pela conclusão desse longo trabalho que deve ser quase como um filho pra voce e certamente agora sobrara um pouco mais de tempo para as criticas cotidianas.

    Curtir

  3. Grande Rodrigo! Finalmente podemos conferir sua tese (vou guardá-la para ler nas férias, com calma, já que minha faculdade está me matando esse semestre). Mas fico feliz realmente pela conclusão da tese. E viva o faroeste!

    Um forte abraço!

    Curtir

  4. Obrigado a todos pelos elogios. Sei que uma tese de doutorado às vezes dá a impressão de ser uma leitura chata e exaustiva, mas eu me esforcei um bocado pra que ela fosse não apenas legível, como também também mantivesse o interesse do pessoal que curte Cinema, apesar de não estar na academia e nem ter a obrigação de saber o significado de palavras exóticas como teleologia, hermenêutica ou epistemologia. Então, ficarei agradecido se alguns de vocês voltarem aqui no futuro para postar impressões sobre o que leram. Podem descer o sarrafo à vontade. 🙂

    Ah, e eu também espero que essa tese vire livro em algum momento do próximo ano. Não exatamente com o mesmo texto que está aí, mas num formato mais condensado e ligeiramente diferente. Vamos ver se esse projeto anda.

    Curtir

  5. Parabéns pela conclusão do trabalho, Rodrigo. Sou louco por cinema e por Sérgio Leone, autor de filmes maravilhosos, daqueles que a gente nunca se cansa de ver. Não tenho grandes conhecimentos teóricos e as minhas opinões baseiam-se, unicmente, nos sentimentos que os filmes me despertam, mas tenho pelo menos tres filmes do Leone entre os TOP da minha vida cinéfila. Com certeza e muito prazer, eu lerei a tua tese. E espero que,agora com mais tempo livre, o crítico volte às suas atividades com maior frequencia. Abraço grande.

    Curtir

  6. Parabéns Rodrigo. Tenho certeza que sua tese trouxe importantes contribuições para a ampliação dos estudos que se concentram na análise da narrativa cinematográfica, ainda mais sobre o faroeste, cujo principal expoente foi sem dúvida, Sérgio Leone, que foi capaz de renovar e incluir novos elementos estéticos e até, mesmo ideológicos, em sua narrativa. Para mim quando se fala em faroeste, o primeiro nome que vem à cabeça é o de Leone, que com o tempo firmou-se com mérito como gênio da arte cinematográfica. Abraço.

    Curtir

  7. Caro Rodrigo,

    Parabéns pela vitória!
    E meus agradecimentos por disponibilizar sua tese para os amantes do cinema, especialmente o western. Você está fazendo justiça, a meu ver, ao maior cineasta de todos os tempos, de um ponto de vista técnico e artístico, apesar de ele não ter trabalhado nas melhores condições, quase sempre.
    Tomara que seu projeto de tranformá-la em livro se realize. Se conseguir, já tem um comprador do livro. Boa Sorte!

    Abraço!

    LeMarc

    Curtir

  8. Olá Rodrigo, parabéns! Eu estou cursando Publicidade e quero fazer meu TCC sobre cinema independente, mas ainda não sei exatamente como fazer, acho que seria interessante um paralelo entre o cinema comercial e as produções independentes. Gostaria de saber se vc poderia me indicar algum livro ou documentário. De qualquer forma, obrigado!

    Curtir

  9. Oi, Ulisses
    Não sei se seria totalmente pertinente, mas alguns livros que eu sugeriria são o de Sidney Lumet (Fazendo Filmes) e o da professora Aída Marques (Idéias em Movimento), pois abordam todas as etapas da cadeia produtiva.
    Abraços
    Rodrigo

    Curtir

  10. Parabens Rodrigo. Seu trabalho é relevante por ser de boa qualidade e por analisar a obra de um grande cineasta pouco estudado e esnobado pelos idiotas, que só consideram artistico aquilo que a “elite” pensante rotula como arte. São seres ocos que apenas espelham o modismo intelectual da época em que vivem, incapazes de uma opinião realmente própria. Seu trabalho (abrindo mão das enfadonhas regras do mundo academico) merece ser publicado sob a forma de um ensaio critico que iria enriquecer muito a pouca bibliografia que existe sobre Sérgio Leone. Eu, como você, sempre admirei Leone, mesmo sendo ele, na minha infância e juventude (anos 60 e 70 do século passado), considerado um diretor de filmecos italianos de 3ª classe. É preciso se ter personalidade, do contrário é como ser clone, é como ser uma garrafa pet no meio de outras garrafas pet identicas e descartáveis. Antes que algum “sabidinho” repare na falta de assentos do meu texto, informo que isso se deve a pressa. Estou em cima da hora para ir a um compromisso importante. Me despeço o felicitando pela significativa (ao contrário de 99% dos trabalhos academicos) tese sobre a obra de Leone, escrita com brilho por você.

    Curtir

  11. Rodrigo, ainda não li sua tese sobre Sergio Leone, mas só posso intuir que seja uma leitura fascinante, pois esse cineasta tão pouco conhecido diante da envergadura e robustez de sua excepcional filmografia, tão injustamente criticado como realizador de filmes de western de segunda linha, sendo reconhecido como um grande cineasta somente após sua morte. No blog cinema e debate votei em Sergio Leone como o meu diretor favorito, pois nenhum diretor me dá tanto prazer em assistir seus filmes quanto ele. Com toda certeza ele é um dos 5 maiores estetas da história da sétima arte (os outros seriam David Lean, Akira Kurosawa,Alfred Hitchcock, entre outros). Como disse Jean Luc Godard, alguns diretores fazem filmes, enquanto alguns poucos fazem cinema. Nenhum diretor, a meu ver, merece tanto uma tese quanto ele, pois nenhum é mais injustiçado na história do cinema quanto ele. Sergio Leone não é apenas grande, ele é gigantesco. Parabésn.

    Curtir

  12. Fico muito feliz com o que estou vendo.Parabéns Rodrigo.Ainda nem baixei sua tese, mas com certeza vou ler na íntegra.sabe eu já asistir todos os filmes do leone desde 1985 em VHS,na TV,em DVD e recentemente 2003 na mostra sergio leone em Fortaleza na telona, inclusive apresentei os filmes ante de iniciar as sessões.Tenho um filho que se chama DAVI LEONE não é a toa esse nome.Portanto você não está sozinho nesse universo e publique seu livro,na minha biblioteca terà um lugsr de destaque.valeu.

    Curtir

  13. Comecei a ler agora pouco já fiquei empolgado, mas por falta de tempo e excesso de sono, rsrs, prefiro esperar o momento que eu estiver bem livre e mais a vontade para poder apreciar tudo da forma que o material merece. Acredito que este artigo vai fazer justiça à este ícone silencioso (sem trocadilho) do cinema mundial, visto que em minha opinião (de leigo) alguns filmes deste visionário mestre italiano estão entre os mais atemporais de toda a história do cinema. Acredito que qualquer cinéfilo jovem que assistir pela primeira vez Tres Homens em Conflito ou Era Uma Vez no Oeste vai demorar pra acreditar que foram produzidos ainda nos ‘clichesísticos’ anos 60 (perdoem a infâmia deste termo). Um grande abraço !

    Curtir

  14. Parabéns Rodrigo. Infelizmente apenas hoje eu tomei conhecimento da sua tese de doutorado.
    Você poderia disponibilizar novamente, para download, a sua tese “Era uma Vez no Spaghetti Western: Estilo e Narrativa na Obra de Sergio Leone”. Gostaria muito de ler. Com certeza um grande trabalho. Fico na expectativa de uma resposta. Muito Obrigado.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s