Hitchcock e a Pietà

Alfred Hitchcock tinha uma personalidade que não se encaixaria na Hollywood contemporânea. Ele odiava badalações. Foi casado a vida inteira com a mesma mulher, Alma – a única garota com quem ele namorou na vida.

Boa parte deste comportamento era fruto de sua formação católica. Hitch também adorava História da Arte. Junte as duas coisas e você tem uma explicação convincente para o uso constante de iconografia religiosa nos filmes.

Quem um exemplo? Dê uma olhadinha nesta página aqui.

O autor contabilizou diversas reproduções intencionais da famosa pose da “Pietà”, momento histórico de intimidade entre Jesus e Maria que foi imortalizado por Michelangelo (e utilizado por vários pintores italianos).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s