Viagens no tempo

Viagens no tempo são um dos temas favoritos da ficção científica. Elas se tornaram um tema muito popular a partir de livros, como o clássico de H.G. Wells, ou de filmes, como a trilogia “De Volta Para o Futuro”, de forma que as pessoas podem acreditar no disparate que essas viagens representariam. Engano: o assunto é, mesmo sob polêmica, debatido com seriedade pela comunidade científica.

O livro de Stephen Hawkins, “O Universo Numa Casca de Noz”, dedica um capítulo ao assunto. Ele diz que o tema é espinhoso, mas relata que cientistas como o físico Kip Thorne lhe dedicam estudos sérios. Esses estudos estão cobertos de sigilo e desconfiança, porém, tendo em vista que essa tecnologia, se viesse a existir, poderia transformar o universo em caos absoluto.

A pergunta que desafia a lógica dos cientistas não é se viagens no tempo são possíveis. São improváveis, mas a teoria não as impede, como assinala Stephen Hawkins. O que atormenta o pesquisador é outra dúvida: será que uma civilização avançada poderia voltar no tempo e mudar o passado? E se a resposta for sim, porque não há notícia de que algo do gênero já tenha ocorrido? Seria de se esperar que, caso pudessem modificar fatos anteriores, os governantes do futuro tivessem apagado a existência de Hitler, por exemplo.

Isso não prova a impossibilidade das viagens no tempo, mas reforça o cálculo de Hawkings. Ele acredita que probabilidade estatística de que o homem possa voltar ao passado, algum dia, é de uma em dez seguido de um trilhão de trilhões de trilhões de trilhões de trilhões de zeros (ou seja, 1/10 elevado a -10 elevado a -60). Outro detalhe fundamental é que Hawking descarta inteiramente a possibilidade de uma viagem em direção ao futuro.

Aqui, cabe ainda uma explicação adicional. A única possibilidade de o homem viajar no tempo é através de túneis, chamados pelos físicos de ‘buracos de minhoca’, que cortariam o espaço-tempo (que, como explica Einstein, é curvo e não plano, devido ao efeito da gravidade, tendo assim mais de duas dimensões). Para dominar essa atividade, portanto, o ser humano vai precisar provar a existência desses túneis, descobrir onde eles se localizam no universo, saber se eles são largos o bastante para passar uma pessoa (ou uma geringonça espacial) e inventar uma tecnologia que possibilite navegá-los. Meio complicado, né?

Anúncios

3 comentários em “Viagens no tempo

  1. Acredito que se um dia o homem passar pelo buraco e realmente ir para o futuro , ele só iria encontrar com o vazio, pois o tempo presente, acredito que não poderia andar paralelamente com o tempo futuro em outro espaço. Ou seja, a pessoa estaria no futuro, mas no vazio do espaço tempo, uma vez que os eventos ainda estão acontecendo. Ex: como poderia um filho que esta nascendo agora, estar grande em qualquer tempo registrado pela máquina, ou que seja, num tempo qualquer, o qual o buraco iria jogar a pessoa, haveria 2 pessoas identicas sendo a mesma? Em tempos diferentes?

    Curtir

  2. Assunto interessante. O que se contesta hoje, amanhã pode ser realidade. A história demonstra isso. A questão da ordem e do caos que uma viagem poderia causar é bem…fascinante.

    Curtir

  3. Hawkins só se esqueceu de um detalhe.Qual viajante do tempo viria ao passado e anunciaria:Ola pessoal,tudo bem?Sou do ano 4000…Com certeza jamais fariam isso,primeiro para não influenciarem os fatos ja ocorridos e altera-los.Segundo:quem pode negar que a nossa relaidade ja não é alterada???????Se alguém foi ao passado e alterou algo por la com certeza para nos essa alteração ja viria como realidade,tendo em vista que nada saberiamos????A muito e se especular e o Sr Hawkins deveria ser mais cuidadoso em suas palavras…a alguns anos atras se vc alegasse que a terra era redonda corria o risco de ser queimado na fogueira por heresia…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s